Salada Verde

Um guia rumo à transparência da gestão florestal

Lançado pela Transparência Internacional e Conselho Nacional de Controle Interno, documento aponta caminhos para transparência na gestão de florestas e áreas protegidas

Michael Esquer·
28 de março de 2023
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Orientar os órgãos de controle interno, sobretudo os estaduais, no que se refere às responsabilidades na governança florestal, para que promovam uma maior e melhor transparência relacionada à gestão de florestas e Unidades de Conservação (UCs). Este é o objetivo do “Guia de Transparência Ativa: Gestão Florestal e Unidades de Conservação”, lançado este mês pela Transparência Internacional – Brasil e Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci).

Para alcançar esse objetivo, o documento integra as agendas ambiental e de transparência, destacando o papel que os órgãos de controle interno possuem na construção de políticas ambientais mais íntegras e na promoção da proteção das florestas e das áreas protegidas em estados e municípios. 

O guia é composto por leis e normas, diretrizes para promoção da transparência florestal e das UCs, lista de categorias de informação relevantes, sugestão de fluxo de trabalho para o controle interno e exemplos de iniciativas que promovem a transparência de dados florestais. 

O documento ainda traz um exemplo de norma de promoção da transparência florestal, que pode ser adotada por governos ao redor do país.

Para a Transparência Internacional – Brasil, a perda florestal no país explicita a importância e a urgência do fortalecimento da governança ambiental e da atuação estruturada dos órgãos de controle interno na temática. Segundo o MapBiomas, o Brasil perdeu 11,3% das suas áreas de florestas e 13,1% de vegetação nativa entre 1985 e 2021. 

Por isso, a organização defende a transparência sobre a gestão florestal e de áreas protegidas como passo fundamental para o aprimoramento das políticas públicas relacionadas a esses temas, e menciona dados do Ranking de Transparência Ambiental que mostram o baixo desempenho de órgão federais e estaduais na promoção da publicidade de informações sobre a gestão ambiental, incluindo o tema florestal.

O “Guia de Transparência Ativa: Gestão Florestal e Unidades de Conservação” faz parte do projeto “Fortalecendo o Controle Interno e Externo na Amazônia: meio ambiente, uso da terra e infraestrutura”, implementado pela Transparência Internacional – Brasil para fomentar a atuação mais estruturada e sistemática de redes e órgãos de controle, sobretudo, na Amazônia. 

Para baixar o guia clique aqui.

  • Michael Esquer

    Jornalista pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com passagem pela Universidade Distrital Francisco José de Caldas, na Colômbia, tem interesse na temática socioambiental e direitos humanos

Leia também

Reportagens
15 de abril de 2022

Cientistas de 27 instituições defendem novo modelo para compartilhamento de dados de florestas

Em artigo publicado na Nature Ecology and Evolution, grupo alerta para a necessidade de reduzir desigualdades e melhorar condições de trabalho das pessoas que coletam informações em campo

50209434097_d90e167a2f_o (2)
Notícias
23 de março de 2023

Puxadas pelo desmatamento, emissões brasileiras crescem duas vezes mais do que média global

Brasil falha no cumprimento da Política de Mudanças do Clima, mostra relatório. Emissões aumentaram 40% desde que país se comprometeu a reduzi-las

Reportagens
16 de março de 2023

Interesse por mercado de carbono ressuscita conflitos agrários na Amazônia

Em Xapuri (AC) extrativistas são intimados a deixar área cobiçada por fazendeiro para investir em crédito de carbono. Região protagonizou "empates" liderados por Chico Mendes na década de 1980

Mais de tipminer

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.