Salada Verde

Pescadoras de sistemas lagunares do Rio de Janeiro se unem em rede

Mais de 70 mulheres participaram do encontro de lançamento da iniciativa, que visa o fortalecimento e valorização feminina na atividade

Júlia Mendes·
9 de fevereiro de 2024
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

A Rede de Mulheres da Pesca dos Sistemas Lagunares foi inaugurada no último sábado (3) em Cabo Frio, no Rio de Janeiro. A proposta do encontro foi promover o debate entre mulheres dos municípios de São Pedro da Aldeia, Maricá, Saquarema e Cabo Frio, além do fortalecimento e o empoderamento feminino no contexto da pesca artesanal, por meio de palestras e eventos musicais.   

Sob condução do Instituto Onda Azul, o evento foi realizado pelo projeto Uso Sustentável dos Sistemas Lagunares (USSL) e teve parceria com a Petrobras. 

Mais de 70 mulheres, divididas em diferentes comunidades pesqueiras da região dos lagos, participaram do encontro, que proporcionou trocas de experiências entre as participantes na busca de fortalecer laços de afeto e empatia entre elas, por meio de discussões que perpassam o dia a dia do ofício. 

Naílza Lopes, pescadora da Mombaça, em Saquarema, ressaltou a importância de passar essa mensagem de valorização feminina na pesca. “Vim participar desse evento para aprender mais com elas e poder levar para minha comunidade toda a importância e aprendizado desse evento realizado pelo Instituto Onda Azul. Vamos mostrar que a mulher tem voz e vez na pesca”, disse.

Além de palestras e debates, o encontro também contou com apresentações de trabalhos artesanais feitos com materiais de pesca pelas mãos de pescadoras. Um buquê de flores feito de garrafas pets e escamas de peixe, por exemplo, foi apresentado como uma forma de valorização do trabalho de reaproveitamento de resíduos que normalmente são descartados.

Além disso, o encerramento ficou por conta do artista local Azul por Azul, que fez uma apresentação musical com temáticas sobre a pesca e seu papel na valorização cultural.

  • Júlia Mendes

    Estudante de jornalismo da UFRJ, apaixonada pela área ambiental e tudo o que a envolve

Leia também

Análises
3 de outubro de 2023

A questão da pesca e o falso discurso da sustentabilidade

Tudo indica que a lei que proíbe a pesca resultará na redução dos territórios dos ribeirinhos e no fim da pesca artesanal, favorecendo a construção de hidrelétricas, cujo principal empecilho reside justamente no conflito com a atividade

Salada Verde
18 de setembro de 2023

Ibama retoma multa contra Bolsonaro por pesca ilegal 

Penalidade contra ex-presidente por pescar em unidade de conservação tinha sido anulada pelo órgão em 2018, após pedido da AGU

Reportagens
27 de julho de 2023

67% dos estoques do país são alvo de pesca excessiva

Nova auditoria de entidade civil avança em informações científicas e reforça precariedades na gestão da atividade

Mais de bodog

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.