Salada Verde

Um cala a boca no Ibama

Presidente do órgão proíbe que servidores se manifestem publicamente em palestras e entrevistas. Decisão gera revolta entre funcionários de todos os órgãos ambientais.

Salada Verde·
24 de maio de 2010·14 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Cópia da circular que proíbe servidores do Ibama de dar entrevistas. Clique para ampliar
Cópia da circular que proíbe servidores do Ibama de dar entrevistas. Clique para ampliar

Os servidores do IBAMA receberam um duro golpe nesta segunda-feira (24). A presidência do órgão decidiu que ninguém pode mais se manifestar publicamente sem uma autorização prévia. A medida foi anunciada após um mês e meio de paralisação de todos os órgão de Meio Ambiente do governo federal.

Em circular, o presidente do órgão, Abelardo Bayma, determinou que “a partir desta data, nenhum servidor do IBAMA está autorizado a ministrar palestras, conceder entrevista, participar de workshop, ou algo similar, sem a devida autorização expressa do Presidente, dos Diretores ou dos Superintendentes Regionais do IBAMA, sob pena de medidas disciplinares pertinentes”.

A nova determinação foi recebida com revolta pelos servidores, que se sentem ainda mais acossados em seus direitos. “Declarações como fez o senhor Abelardo Bayma ferem o direito de livre manifestação e são uma clara afronta ao direito constitucional de greve. Feitas no contexto de hoje, não no mínimo inoportunas, aviltantes”, diz um servidor do ICMBio que também participa da greve.

O receio dos servidores do ICMbio é que a determinação do Ibama também acabe se estendendo a eles a aos outros órgãos grevistas. Eles se questionam se a proibição de se manifestar publicamente não poderá afetar atividades essenciais, como palestras educativas sobre os perigos de incêndios em unidades de conservação e junto a comunidades locais.

Segundo o Ibama, a determinação de Bayma não tem relação com a paralisação dos servidores. Em resposta a O Eco, o Ibama diz: “Esclarecemos que o Memorando Circular 239 nada tem a ver com a greve. O memorando traz determinação de alinhamento administrativo para que se observe a hierarquia na instituição. O documento não proíbe o servidor de falar, mas, no caso de representar o Ibama, é necessária a consulta prévia ao superior”. (Cristiane Prizibisczki)

Leia também

Notícias
16 de fevereiro de 2024

Bagre de cor rara é encontrado pela primeira vez no Parque Nacional da Tijuca

A aparência toda dourada é uma variação de coloração raríssima apresentada por uma espécie de bagre nativa da Mata Atlântica e só havia sido registrada uma única vez, em SP

Salada Verde
16 de fevereiro de 2024

Zoneamento marinho avança no Sul e Sudeste com R$ 19 milhões do BNDES

Trabalho atende um compromisso assumido pelo país em 2017, na primeira conferência das Nações Unidas para os Oceanos

Notícias
16 de fevereiro de 2024

ONU alerta sobre grande declínio e maior risco de extinção de espécies migratórias

As ameaças incidem igualmente sobre milhares de animais, inclusive do Brasil, ainda não listados numa convenção global

Mais de Piggy Gold

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.