sambafoot

Colunas
1 de setembro de 2004

Um rio de dinheiro?

O país recebeu US$ 1, 2 bilhão do Banco Mundial. O contrato exige ajustes estruturais na sua política ambiental. A história recente ensina que nada vai mudar.

PorMarc Dourojeanni
1 de setembro de 2004
Colunas
1 de setembro de 2004

Gente com pata

Ser humano odeia quando cachorro se comporta como animal. Cria o bicho para ter um escravo afetivo. Esse relacionamento acabou gerando um grande negócio.

PorSilvia Pilz
1 de setembro de 2004
Reportagens
1 de setembro de 2004

Éden agrícola

Com custos baixos de produção, projeto baseado no desenho da Mandalla reduz a pressão sobre o meio ambiente e resgata a agricultura familiar no sertão.

PorCarolina Mourão
1 de setembro de 2004
Reportagens
1 de setembro de 2004

Boa vizinhança

Novo Parque Nacional protege as águas e o verde quase intacto da Serra do Itajaí, em Santa Catarina, beneficiando 500 mil habitantes dos municípios do entorno.

PorEunice Venturi
1 de setembro de 2004
Notícias
1 de setembro de 2004

Brincadeira de criança

Reportagem do The Wall Street Journal (só para assinantes) conta que na Islândia até as crianças são mobilizadas para trabalhar em favor do meio ambiente. Uma das mais antigas tradições do país nesta época do ano é colocá-las para fora da cama no meio da madrugada e mandá-las às ruas das cidades para colher filhotes de gaivotas que, inadvertidamente, ao invés de seguirem seus pais em rotas migratórias, acabam aterrissando em áreas urbanas. Os filhotes são colocados em caixas de papelão e entregues ao governo, que se encarrega de levá-los até seu destino final, onde deveriam ter chegado voando.

PorManoel Francisco Brito
1 de setembro de 2004
Notícias
1 de setembro de 2004

Transparente

A gigante farmacêutica GSK vai colocar todos os resultados de testes com drogas em desenvolvimento na Internet. O súbito ataque de transparência da empresa, lembra o The New York Times (gratuito, pede cadastro), não foi totalmente voluntário. Vem na esteira de um acordo com a promotoria federal de Nova Iorque assinado na semana passada. A GSK foi flagrada escondendo dados negativos de testes com o uso do anti-depressivo Plaxil em crianças. Lê-se em 5 minutos.

PorManoel Francisco Brito
1 de setembro de 2004
Notícias
1 de setembro de 2004

Sujeira eficiente

Uma série de operações industriais espalhadas por países em desenvolvimento estão conquistando viabilidade economica graças a redução de custos no uso de energia. É o caso da brasileira Votorantim, e da cimenteira mexicana Cemex. A reportagem do The Wall Street Journal (só para assinantes) mostra que elas estão buscando fontes de geração de energia mais barata. É ótimo para seu caixa, mas pelo que diz o jornal, deve ser péssimo para o meio ambiente. Todas as soluções apresentadas envolvem fontes de combustível fóssil, em geral rejeitos como pneus velhos queimados em fornalhas, ou projetos de hidroeletricidade, que demandam grandes obras e inundações para criar lagos artificiais.

PorManoel Francisco Brito
1 de setembro de 2004
Notícias
1 de setembro de 2004

Sem caviar

As Nações Unidas, através de seu braço que controla o comércio internacional de produtos derivados de espécies ameaçadas, proibiu a exportação de caviar da Rússia, Iran, Azerbaidjão e Kazaquistão.Os países, que cercam o mar Cáspio, o maior habitat natural do esturjão, de cujas ovas se produz o caviar, são acusados de não cumprirem acordo internacional para proteger o peixe. Segundo a ONU, a coleta ilegal está a ponto de varrê-lo daquela região. Reportagem do The New York Times (gratuito, pede cadastro) diz que o centro do problema é a Rússia, onde a herança da mentalidade desenvolvimentista do comunismo incentiva o contrabado e a pesca irregular. A medida não vai afetar a circulação de caviar no mercado russo, mas vai atrapalhar bastante a sua venda na Europa e nos Estados Unidos. Sem o selo da ONU, a sua importação nessas regiões é impossível. O jornal registra que os preços de caviar na América da Norte já começaram a subir por conta da decisão. A ONU já havia banido as exportações de caviar produzidas a partir das ovas de esturjões capturados no Mar Negro e no Rio Amur, entre a China e a Rússia. Leitura de 4 minutos.

PorManoel Francisco Brito
1 de setembro de 2004
Notícias
31 de agosto de 2004

Prozac na água

Os peixes de vários rios do Texas estão contaminados por quantidades expressivas de antidepressivos e anticoncepcionais despejados pelos municípios da região. Bryan Brooks, pesquisador de uma universidade local documentou o fenômeno, devidamente registrado em reportagem do The Washington Post (gratuito, pede cadastro). Segundo Brooks, níveis altos de estrogênio podem feminizar os peixes machos e a quantidade de antidepressivos encontrada provoca alterações de comportamento. Um dos rios pesquisados, o Brazos, despeja 12 milhões de galões de água diariamente no Golfo do México. Leitura de 1 minuto de leitura. (com Eduardo Pegurier)

PorManoel Francisco Brito
31 de agosto de 2004
Notícias
31 de agosto de 2004

A praga das piscinas

Pelas leis da natureza, não havia meios de de um virus originado na África, às margens do rio Nilo, se espalhar pelo sudoeste americano, onde quase nunca chove. Seu vetor de transmissão é o mosquito, que precisa de água para sobreviver. Por isso as autoridades dos estados desta região não se preocuparam muito quando a doença apareceu nos Estados Unidos. Esqueceram apenas que eles tem uma das maiores incidências de piscinas do país. Só no Arizona, são 400 mil. Resultado, o vírus do Nilo, que provoca febres e diarréia, espalhou-se com ferocidade jamais vista pela região. Infectou quase mil pessoas, diz o The New York Times (gratuito, pede cadastro). Vinte duas delas morreram. Lê-se em 3 minutos.

PorManoel Francisco Brito
31 de agosto de 2004
Entrar
sambafoot Mapa do site