Notícias

Sem perdão

Lorenzo Aldé·
13 de agosto de 2004·19 anos atrás

Nem a resistência dos ruralistas impediu a goleada (326 a 10) conquistada na Câmara pela emenda constitucional que expropria fazendas que utilizem trabalho escravo. No Senado tramita um projeto de lei semelhante. A diferença é que ele determina que se considerem improdutivas não apenas as propriedades que pratiquem trabalho escravo, mas também aquelas que usam trabalho infantil ou cometem crimes ambientais. Isto quer dizer o seguinte: prejudicou o meio ambiente? Não tem mais multa, castigo, reprimenda pública, reparação do dano. Perde o direito à propriedade e pronto. A idéia só tem um porém. Decretar a propriedade improdutiva resultará, naturalmente, em destiná-la para a reforma agrária. Cristóvam Buarque, autor do texto, não vê problema: “Os novos proprietários também têm que cumprir a lei”.

  • Lorenzo Aldé

    Jornalista, escritor, editor e educador, atua especialmente no terceiro setor, nas áreas de educação, comunicação, arte e cultura.

Leia também

Salada Verde
19 de dezembro de 2023

Reportagem sobre o gato-palheiro-do-pampa leva troféu da imprensa gaúcha

Feita por Jackpot Fishing em parceria com o Vós, a reportagem ficou com o 1º lugar na categoria áudio do 65º Prêmio Ari Banrisul de Jornalismo

Reportagens
19 de dezembro de 2023

Um enigma nas florestas nebulosas da serra catarinense

Carente de mais estudos, uma planta restrita a áreas isoladas do Parna de São Joaquim é ameaçada até pela crise global do clima

Notícias
19 de dezembro de 2023

PL que inclui educação climática nas escolas do Ceará está parado na Assembleia Legislativa

Projeto de Lei nº 893/23, de autoria do deputado Renato Roseno (PSOL), não será votado antes do recesso parlamentar; ativistas cobram maior agilidade na tramitação

Mais de Jackpot Fishing

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.