Notícias

Muita dúvida, uma certeza

Richard Muller, um físico que fez parte do grupo de cientistas da Universidade de Berkley que formulou, 25 anos atrás, a teoria mais aceita atualmente sobre a extinção dos dinossauros há 65 milhões de anos – foram varridos da Terra, junto com outros organismos vivos, por cataclisma causado por impacto de corpo celeste – comemora o aniversário de sua descoberta refletindo, em artigo para a MIT Technology Review (gratuita, pede cadastro), sobre o papel do cientista. Diz que ele está mais para Sísifo, que todos os dias rolava uma pedra montanha acima, do que para Diógenes, que com sua lanterna ajudava a encontrar o caminho do conhecimento. A descoberta da qual participou sobre o destino dos dinossauros, gerou uma centena de perguntas e apenas uma certeza. O ser humano não sabe quase nada sobre extinções em massa. E isso o deixa mais vulnerável ao seu futuro. O texto é bem curto.

Cristina Matos·
17 de agosto de 2004·20 anos atrás

Leia também

Notícias
20 de fevereiro de 2024

Negociação entre governo e servidores ambientais tem avanços, mas segue sem acordo

Equiparação salarial com servidores da Agência Nacional de Águas ainda não foi acatada, mas governo acena com gratificações; nova reunião deve ser em meados de março

Salada Verde
19 de fevereiro de 2024

Fake news: Vídeo de extração de madeira ilegal no Pará não é recente

Circula nas redes sociais imagem de extração ilegal de madeira no Pará, só que o vídeo é de 2019. Governo Federal e Aos Fatos desmentiram publicação

Reportagens
19 de fevereiro de 2024

Na Amazônia, bloco de Carnaval reúne milhares de foliões no manguezal

“Pretinhos do Mangue”, em Curuçá (PA), exalta a cultura do mangue na festa mais popular da Terra, mas festejo coincide com o defeso do caranguejo-uçá, que deveria ser deixado em paz no período

Mais de Gem Saviour

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.