Notícias

Macaco-prego-de-crista: vítima da Mata Atlântica

O Sapajus robustus é mais uma espécie animal vítima da redução do bioma mais ameaçado do país, que hoje tem menos de 9% do tamanho original.

Redação jogatina·
19 de agosto de 2014·9 anos atrás

Macaco-prego ([i]Sapajus robustus[/i]). Foto:
Macaco-prego ([i]Sapajus robustus[/i]). Foto:

Macacos-prego são primatas do Novo Mundo do gênero Sapajus que conta com 8 espécies ao todo, 3 das quais se encontram sob ameaça de extinção. Dentre estas está omacaco-prego-crista(Sapajus robustus), macaco endêmico da região entre as margens do rio Doceerio Jequitinhonha, nos estados do Espírito Santo, Minas Gerais e sul da Bahia. Por habitar as florestas tropicais úmidas e secas da Mata Atlântica, não surpreende que uma das maiores ameaças à sobrevivência da espécie seja a perda/fragmentação do habitat: apenas 8,5% do bioma original ainda resiste. Soma-se a isto a caça e o tráfico que explicam a classificação dada pelo ICMBio de ‘Vulnerável‘ e da IUCN, de ‘Em Perigo‘.

OSapajus robustus é encontrado nas seguintes unidades de conservação:Reserva Biológica de Sooretama,Reserva Florestal de Linhares,Reserva Biológica do Córrego Grande e na Reserva Biológica do Córrego do Veado, no Espírito Santo, e também nos Parques Nacionais do Descobrimento, do Pau BrasileHistórico do Monte Pascoal, na Bahia.

 

 

Leia Também
Onça-pintada: uma nova esperança
Macaco-Aranha: contempla o seu futuro
Veste-amarela, estão a lhe roubar o guarda roupa

 

 

 

Leia também

Notícias
19 de janeiro de 2024

Árvores da Mata Atlântica na berlinda da extinção

Pesquisa revela que mais de 80% das espécies de árvore exclusivas do bioma, historicamente o mais desmatado do país, estão sob risco de desaparecer

Salada Verde
19 de janeiro de 2024

Instituição britânica comandada por biólogo brasileiro divulga balanço das suas descobertas de 2023

A Royal Botanic Gardens descobriu 99 novas espécies de plantas e fungos no ano passado, várias delas já ameaçadas de extinção

Notícias
19 de janeiro de 2024

Em Davos, Alexandre Silveira insiste em fósseis “para transição”

O líder de Minas e Energia citou o Papa Francisco, apoiou discurso de presidente de petroleira e debateu com minerador que investe em hidrogênio verde

Mais de jogatina

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.